Google+ Followers

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

O Bom Uso da Palavra

A aula desse sábado (27/08/2016) teve com objetivo fazer os evangelizandos refletirem que, o que expressamos através das palavras, mostra os sentimentos que carregamos dentro do coração.

A companheira Cíntia Machado expôs os cartazes abaixo.



Pediu para cada evangelizando colocar a mão por dentro das bocas e pegar um item dentro de cada coração. 

Dentro do coração da boca bonita colocou pirulitos em forma de coração com palavras doces anexadas neles (gentileza, gratidão, carinho, amor, fé e etc).



Dentro do coração com a boca feia colocou limões e pimentas de plástico, simbolizando palavras azedas e que ardem a alma (raiva, palavrões, gritos, berros, falta de educação, egoísmo e etc).



Conversou com eles, dizendo que a boca fala o que o coração está cheio.

Pessoas que tem gratidão no coração, dizem obrigada, quem tem gentileza, diz: posso ajudar? Quem tem fé no coração, usa as palavras pra fazer prece e assim por diante.

O mesmo acontece com as pessoas que não carregam sentimentos bons no coração. Sentem raiva e falam palavrões, ferem o outro através de palavras que magoam, gritam e não são gentis.


Concluiu que, quando nutrimos sentimento bons no coração e expressamos amor através das palavras, somos felizes, fazemos os outros felizes e conquistamos muitos amigos, pois ninguém gosta de ter por perto pessoas mal humoradas.

Entregou a cada evangelizando uma boquinha bonita colada em um canudo.



A evangelizadora, com uma boquinha feia, proferiu palavras desagradáveis.



Cada evangelizando teve que trocá-la por uma palavra boa.

Exemplos: 

Feia/ bonita
Saia da minha frente/ Com licença
Tenho raiva de você/ Eu te adoro



Depois pediu  para que desenhassem uma situação que expressasse o tipo de sentimento que eles desejam ter dentro de seus corações, foi entregue a cada evangelizando uma folha com o contorno de um coração, para que se expressassem livremente.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é muito importante para a avaliação do nosso trabalho!