terça-feira, 12 de novembro de 2019

Preparação para o Resgate: PAZ - Jardim


Para o regate final, que será exposto dia 23/11/2019, o Jardim escolheu o tema "Paz na Família é Amar, Respeitando os Direitos e Cumprindo com os Deveres".

Nosso objetivo é fazer os evangelizandos compreenderem que a paz na família está diretamente ligada ao amor, pois que quando existe amor, existe respeito. Quando respeitamos os direitos dos outros e cumprimos com os nossos deveres, ajudamos a pacificar a nossa família.

A primeira parte do trabalho foi nesse sábado (09/11/2019), e foi aplicada pela Carolina.

PRIMEIRO MOMENTO: HISTÓRIA - UMA FAMÍLIA FELIZ

Contar a história “Uma família feliz” (da coleção “O Melhor é viver em família”, série Evangelização no Lar, livro 1, páginas 68, 69 e 70).

Na casa da família Chaves todos viviam muito felizes. Papai, mamãe, Cenira, Carlos e Cláudio, o nenê de dois aninhos.

Como mamãe tivesse muito serviço, todos deviam ajudá-la.

Papai, depois que voltava do trabalho, cuidava da horta e do jardim. Carlos tratava das galinhas e do gatinho. Cenira devia enxugar a louça e guardá-la. Além disso, os dois, tanto Carlos como Cenira, deviam conservar em ordem o quarto de dormir os brinquedos, roupas e livros, e todos tinham o dever de atender o nenê.

Tudo ia muito bem, até que, um dia, Carlos e Cenira acharam que estavam trabalhando demais.

- Seria tão bom se a gente não tivesse de fazer nenhum serviço... disse Carlos à irmã. Acho que devemos pedir uma folga...

- É mesmo... concordou Cenira. Vamos falar com mamãe? E os dois foram correndo.

E como mamãe ficasse muito admirada, Cenira explicou ligeiro:

- Não fazer coisa alguma em casa... só aquilo de que a gente gosta.

Mamãe olhou para os filhos. Pensou um pouco e disse tranquilamente:

- Muito bem, concordo com vocês, mas... com uma condição não aceitarei reclamações. Na primeira queixa, a folga termina. Está certo?

- Está, mãe, está... Que bom! Agora vamos brincar bastante... disseram os dois, cheios de contentamento.

A princípio tudo correu bem. Mas, no domingo, já houve uma atrapalhada. As crianças dormiram até tarde. Quando se levantaram, acharam apenas um bilhete da mamãe. Carlos leu em voz alta:

Fui passar o dia em casa de vovó comam pão e doce.

- Pão e doce? ... Mas, o almoço? ... reclamou Cenira, que era muito comilona.

- Por que mamãe fez isso? ... resmungou o Carlos.

- Certamente ela resolveu tirar folga! ... falou papai começando servir o pão.

As crianças, porém, não se conformaram. Ficar em casa sem mamãe! E ainda sem almoço! Era tarde demais! ... E não podia reclamar, senão: adeus folga!
No outro dia, com medo de que a mamãe saísse novamente, levantaram bem cedo, tomaram café e foram brincar no pátio. Brincaram, brincaram. Nisto, Cenira deu um grito:

- Mãe, olhe o que o Claudinho está fazendo!

O nenê estava sentado à porta da casinha e muito calmamente metia os dedinhos nos lindos olhos da bonequinha de Cenira.

Mamãe pegou o Nenê e disse muito séria:

- Se a boneca estivesse no lugar, isso não teria acontecido.

De repente, Carlos falou preocupado:

- Acho que as galinhas estão doentes. Estão todas tristes e não puseram nenhum ovo.

- É possível que elas estejam com fome ou sede. - Comentou a mãe.

- Ah! ... Eu não dei nem milho, nem água... disse o menino.

- Nem eu! respondeu mamãe. Não tive tempo...

Então, Carlos, embora estivesse “de folga”, foi dar água e alimento às galinhas e ao gatinho, pois não queria vê-los doentes.

À tardinha, as crianças estranharam que a mãe não servisse o jantar. E quando os dois disseram que estavam com fome, ela respondeu:

- Vou preparar o café. Não tive tempo de fazer o jantar...

Carlos e Cenira ficaram tristes, mas nada disseram. Olharam para mamãe: estava abatida, parecia cansada!

À noite, quando foram se deitar, o quarto estava todo desarrumado.

Brinquedos misturados com cobertas, roupas atiradas aqui e ali, revistas no chão.

- Com certeza, mamãe não teve tempo, comentou Carlos. Depois, muito sério, tornou a falar:

- Sabe, mana, não estou gostando muito de estar de folga. Nossa casa já não é bonita nem alegre como era antes.

- É mesmo! Falou a irmãzinha.

- Mamãe anda cansada. Não fez mais aquelas comidinhas gostosas. Papai anda sério... parece aborrecido com a gente. Temos que dar um jeito! Terminou o menino.

E, depois de pensar em um pouco, resolveram: fim para a folga!

Voltariam, novamente, a ajudar em casa. E foram comunicar à mãe o que haviam resolvido.

Mamãe ficou muito contente.

- Muito bem, meus filhos. Acho que assim Seremos sempre uma família feliz.
E, muito alegre, foi ajudar os filhos a pôr em ordem o quarto de dormir.

Apostila da USEERJ

SEGUNDO MOMENTO: ENTENDENDO A HISTÓRIA

Dialogar com os evangelizado, fazendo um link sobre o que aconteceu na história, com as obrigações (deveres) de cada um, na família, para que a Paz esteja sempre presente. Pedir que contem com suas palavras o que aconteceu na história. Fazer perguntas, ouvir as respostas, reforçando e completando, se necessário.

TERCEIRO MOMENTO: CARTAZ "EU AMO MINHA FAMÍLIA!"

Distribuir figuras de pequenas tarefas que podem realizar para demonstrar amor pela família, para colorirem. Confeccionar um cartaz, usando  com o título “Eu amo minha família!”.






Preparação para o Resgate: PAZ - Maternal


Aula aplicada sábado (09/11/2019) pela Cíntia. Estamos preparando o resgate de encerramento do ano, escolhemos falar sobre a paz. Cada turma está preparando um trabalho para ser exposto no dia 23/11/2019.

Essa é a primeira parte do trabalho do Maternal.

Objetivo: Recapitular sobre a importância da valorização da nossa paz interior, alcançada pela consciência tranquila de estarmos fazendo as nossas escolhas de acordo com os ensinamentos de Jesus. Perceber que a paz conquistada reflete na harmonia do convívio familiar através de atitudes de respeito, cooperação e amor.

1º momento: Motivação
Iniciar uma conversa com os evangelizandos para descobrir o que eles compreendem sobre o tema.

- Vocês lembram o que é PAZ?
- Como nos sentimos quando estamos em PAZ?
- Quem briga está em PAZ?
- O que podemos fazer para estarmos em paz no convívio familiar?


2º Momento: Música (Colocar o vídeo no tablet, caixa de som e letra impressa na parede)





Faz tum tum
Yasmin Veríssimo

Como está o meu coração?
Como ele está?
Se ele está vermelho é porque está limpinho
Mas se ele fica escuro é porque está sujinho
Se eu contar a mentirinha fica uma sujeirinha
Se eu brigar com meu irmão faz dodói no coração
Se eu não for obediente meu coração fica doente
Olha que situação! Como ficou meu coração!
Somente Deus pode limpar meu coração
Faz tum tum faz tum tum
Coração faz tum tum tum
Faz tum tum faz tum tum
Coração faz tum tum Tum



3º Momento: Atividade 1 – Coração vermelho ou escuro?

Criar situações para que eles levantem a plaquinha correspondente.





1-   Adoro comer chocolate!!! Ganhei uma barra bem grandona e comi tudo de uma vez só. Tive até dor de barriga!

2-   Queria ver TV, mas mamãe disse que primeiro deveria tomar banho. Obedeci, tomei banho e depois vi TV calmamente. Só vejo filmes para crianças!

3-   Na minha escola peguei o biscoito da minha amiga, sem pedir pra ela. Estava com muita vontade!

4-   Não gosto de tomar banho! Choro e faço pirraça para não tomar.

5-   Adoro quando vou à praia e piscina e quando mamãe diz que está na hora de ir embora porque o sol está muito forte, obedeço porque não quero ficar queimado com o corpo ardendo.

6-   Adoro dormir tarde! Minha mãe diz que é hora de dormir, mas eu quero ficar vendo TV até tarde.

7-   Ajudei minha mãe a varrer a casa.... Mas percebi que tinha um produto de limpeza no chão. Não mexi porque sei que pode fazer mal à minha saúde.

     8- Fico vendo desenho no celular durante muito tempo. Meus olhinhos chegam até a arder!

9-   Gosto de ajudar em casa. Minha mãe me pede para guardar os meus brinquedos e eu obedeço na mesma hora.

10-       Gosto muito de animais e tenho um cachorrinho em casa. Faço muito carinho nele, dou ração e o trato muito bem...

11-       Não gosto de legumes e verduras. Minha mãe diz que preciso comer para ter saúde e eu nem provo! Realmente vivo resfriada!

12-       Todos os sábados vou à evangelização e aprendo muitas coisas. Aprendi a orar, a pensar no meu comportamento, a respeitar a todos e muitas coisas mais.


4º Momento: Confecção de 4 mini maquetes para a Exposição que reflitam atitudes de paz interior e paz na família.

Ter PAZ é ser responsável (Guardando brinquedos no cesto)

Ter PAZ é fechar os olhinhos à noite e só desejar coisas boas (Boneca na cama)



Ter PAZ é ter um lar (Boneco com uma casa)



Ter PAZ é amar e cuidar dos animais (Boneco dando comida para o cachorro)



segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Resgate Leis Morais - Jardim

Esse sábado (02/11/2019), fizemos um resgate das Leis Morais, começamos com a atividade "Quem sabe?". 

Dentro de uma caixa colocamos vários objetos que faziam referência às aulas aplicadas, a caixa circulou, cada evangelizando retirou um objeto, respondeu a perguntas relacionadas ao objeto, claro que ajudamos sempre que foi preciso, dando dicas, pois o objetivo da atividade era relembrar as Leis Morais, mas de forma divertida.





Depois, aproveitamos o Livrão que a Cíntia confeccionou em 2017, para falar mais um pouco de cada Leis. Usando as figuras para reforçar o conteúdo, ficou assim...






Muito LINDO!!!

Já está guardado para usar novamente quando formos trabalhar com as Leis Morais.

Atividade: Quem Sabe?

Cada objeto dentro da caixa fazia referência a uma das aulas aplicadas sobre as Leis Morais. O evangelizando pegava o objeto para descobrir qual era a lei e responder aos questionamentos feitos.

Aproveitei uma caixa que confeccionei em 2015. 



Coloquei os objetos dentro.


Qual é a Lei? Lei de Adoração
É a oração que nos liga a Deus. Quando oramos sentimos paz e harmonia. Em nossa oração, podemos Louvar, Pedir e Agradecer. Exercite a Lei de Adoração, faça uma oração, em voz alta, louvando a Deus por todas as suas criações e pela vida que lhe deu. (Lembrar que amar as criações de Deus é a melhor forma de adorá-lo)


Qual é a Lei? Lei do Trabalho
Todos nós podemos trabalhar, realizando tarefas adequadas à nossa idade. Nos conte qual a tarefa que você mais gosta de fazer e qual a que menos gosta. (Dar exemplos de atividades adequadas à idade deles)



Qual é a Lei? Lei de Reprodução
Sabemos que a Lei de Reprodução é responsável pela continuidade da vida na Terra. Nos diga como os vegetais se reproduzem.
O que acontecerá com o planeta e conosco se continuarmos a destruir a natureza? (Reforçar a importância da reprodução dos seres vivos para nós e para o planeta)



Qual é a Lei? Lei de Conservação
Nos dê um exemplo de atitudes do seu dia a dia que estão de acordo com a Lei de Conservação. (Dar outros exemplos, reforçando a importância de cuidar do corpo, do espirito, do próximo e do planeta)



Qual é a Lei? Lei de Destruição
Qual destruição faz parte da Lei de Deus? Dê um exemplo de destruição abusiva e um de destruição necessária. (Reforçar que podemos usar tudo que Deus criou, mas que não podemos abusar desse uso)



Qual é a Lei? Lei de Sociedade
Quando vivemos em sociedade, junto com outras pessoas, temos oportunidade de exercitar nossos sentimentos. Diga alguns sentimentos que desenvolvemos convivendo em sociedade. (Citar outros)



Qual é a Lei? Lei do Progresso
Todos nós iremos progredir, pois essa é uma Lei de Deus, mas uns progridem mais rápido e outros mais devagar. Quais atitudes nos fazem evoluir mais rápido? Dê um exemplo. (Dar outros exemplos)



Qual é a Lei? Lei de Igualdade
Cada um de nós é de um jeito, temos características físicas (cor de pele, olhos, cabelos, etc.) e morais (egoístas, generoso, paciente, nervoso, etc.) diferentes, mas há alguém que vê a todos nós de uma forma só, quem é?  Deus. (Reforçar que para Deus somos todos iguais, Ele nos ama igualmente, sejamos pobres ou ricos, brancos ou negros, altos ou baixos, ou ainda, bons ou maus.)



Qual é a Lei? Lei de Liberdade
A Lei de Liberdade diz que todos nós somos livres para escolher o que queremos fazer, mas sabemos que tudo que fazemos tem uma consequência, nessa ou em outra vida. Dê um exemplo de uma escolha que tem consequência ainda nessa vida. (Dar outros exemplos, e também exemplos de escolhas que podem ter consequências em outras vidas)



Qual é a Lei? Lei de Justiça, Amor e Caridade
A Lei de Justiça, Amor e Caridade nos ensina a respeitar os direitos dos outros, a não julgar e nem fazer ao outro o que não gostamos que façam conosco, a colocar o amor em ação, fazendo o bem sempre, dando, não somente coisas materiais, mas ouvindo consolando, dando o nosso tempo para o bem do outro. Vamos ver se você aprendeu, quando você está sentado e chega uma pessoa idosa. Você olha para o lado e percebe que seu colega está chorando. Seu amigo esqueceu a lancheira em casa. O que você faz em cada uma dessas situações? (Reforçar precisamos sempre nos colocar no lugar do outro e pensar no que Jesus faria naquele momento, assim faremos sempre o que é correto.)



Quantas são as Leis Morais? São 10.
As Leis Morais são também chamadas de... Lei Divina/Lei Natural/Lei de Deus. (Lembrar que a Lei de Deus é eterna e imutável porque é perfeita.)



Onde estão gravadas as Leis de Deus? Na consciência
Nós esquecemos as Leis Divinas, mas Deus nos enviou o tipo mais perfeito que para servir de guia e modelo, quem foi esse enviado? Jesus, que nos deixou seus ensinamentos e seus exemplos de amor. (Reforçar que devemos sempre agir como Jesus ensinou)



Como podemos conversar com Jesus? Através da prece.
Cante uma das músicas que usamos antes de fazer a prece. (Sugerir que todos cantem juntos e, ao final, explicar que a música nos ajuda a acalmar nossos sentimentos para conversarmos com Deus, nosso Pai e com nosso grande amigo, Jesus)



Ter preconceito é agir contra qual Lei de Deus? Lei de Igualdade
Embora sejamos todos iguais para Deus, algumas pessoas sofrem por causa do preconceito. Cite exemplos atitudes preconceituosas, que são contra a Lei de Deus e que não devemos ter.  (Falar sobre o desrespeito às diferenças e de como devemos agir para estar de acordo com a Lei)



Qual riqueza que devemos acumular ao longo das nossas vidas? A verdadeira riqueza, os bens espirituais, que podemos levar quando desencarnamos.  
Dê exemplos de bens que podemos levar quando desencarnamos. (Explicar que a riqueza verdadeira são as virtudes conquistadas pelo espírito)



Praticar a caridade é pôr o amor em ação, agindo como Jesus, que foi o Espírito mais prefeito que já habitou a Terra, pois isso devemos ter Jesus como exemplo em todos os momentos da nossa vida. O que você aprendeu com Jesus e que já faz no seu dia a dia? (Pedir a cada um dos presentes para falar também.)

Resgate Leis Morais - Maternal

A Cíntia começou a aula de sábado (02/11/2019) dizendo aos evangelizandos que iriam recordar as 10 Leis Divinas que estudaram neste ano. Explicou que as chamamos de Leis Divinas porque foram criadas por Deus.
Distribuiu um álbum para cada evangelizando e as figuras correspondentes a cada Lei, uma por vez, para eles pintarem e colarem nos lugares apropriados. Durante a pintura foram conversando e relembrando os conteúdos de cada Lei.

As páginas do álbum foram impressas em papel sulfite colorido e as figuras em papel branco.


Álbum
















quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Lei de Justiça, Amor e Caridade - Maternal


Sábado (26/10/2019), a Cíntia começou a aula lembrando que estamos estudando as Leis Morais e que iam estudar a última lei, que é a Lei de Justiça, Amor e Caridade.

A Lei de Justiça, Amor e Caridade se resume em por o amor em ação, agindo como Jesus em todos os momentos da nossa vida.

DESENVOLVIMENTO: QUE FRIO É ESSE?

Apresentou uma flor de EVA presa em um palito de churrasco. A florzinha está com muito frio (simulando a flor tremendo). O que podemos fazer para aquecê-la? Ouvir respostas. Deu uma cobertinha, um casaquinho, um gorro (feitos de papel), para que colocassem na flor. Porém, ela não parou de tremer e continuava com frio.

Perguntou a ela o que poderiam fazer para ajudá-la? Por que estava sentindo tanto frio?

A flor respondeu que estava com falta de calor humano, falta de carinho, amor,  beijos e sorrisos.

Pediu para cada evangelizando fornecer a flor este afago e a flor agradeceu, parando de tremer.








ATIVIDADE 1: TREM DA CARIDADE



Um de cada vez tirou do saco um papel com alguma situações que demonstravam ou não essa lei tão importante. Se a situação demonstrassem, eles colocavam o papel no trem de Jesus. (Ela usou situações do perfil dos evangelizandos).


SITUAÇÕES:
1- Pedro não gosta de emprestar seus brinquedos pra ninguém! Prefere brincar sozinho!
2- Jorge adora dividir seus brinquedos com seus amigos! Ele acha que brincar todo mundo junto é muito mais legal!
3- Gisele não quer comer frutas e legumes e ela nem experimenta para saber o sabor!
4- Maria adora comer legumes e frutas! A mãe dela explicou que comendo, ela ficará muito saudável!
5- Júlia não gosta de dormir! Ela só quer ficar acordada brincando!
6- Cecília adora dormir! Ela já compreendeu que nosso corpinho precisa descansar para termos saúde!
7- Samara faz muita pirraça e se joga no chão chorando, quando sua mãe diz que não pode comprar o brinquedo que ela quer!
8- Quando mamãe diz que não pode comprar o brinquedo que Roberta quer, ela compreende e espera sua mãe ter o dinheiro pra comprar.
9- Juca não dorme de luz apagada, ele tem medo do escuro!
10- Luís dorme de luz apagada! Ele sabe que o escuro é somente a falta de luz!
11- Lia só dorme no quarto dos pais! Ela tem medo que um monstro apareça!
12- Luana já dorme sozinha no seu quarto! Ela sabe que monstros não existem! É só brincadeirinha!
13- Marcos briga muito com sua irmã! Eles não aceitam dividir nada e só querem brincar das brincadeiras de suas preferências!
14- José adora brincar com seu irmão! Eles dividem os brinquedos e brincam do que os dois querem! Eles não brigam!

  
ATIVIDADE 2: COLORIR/ FELIZ OU TRISTE?










ATIVIDADE 3: O AMOR ESTÁ NO AR.

Deu uma bexiga cheia para cada evangelizando e pediu que colassem corações coloridos nelas. Todos cantaram e dançaram músicas espíritas, mantendo as bexigas no alto o máximo que conseguiram.