Google+ Followers

quinta-feira, 12 de abril de 2018

ENEFE 2018 - O que sai da minha boca?”

Como complemento da reflexão das Duas Histórias, usamos uma boca feia e uma boca bonita: na boca feia símbolos com coisas ruins que podem sair da nossa boca escritas no verso (palavrão, ofensa, grito, mentira, etc.). E na boca bonita figuras de doces com coisas boas que podem sair da nossa boca escritas no verso (elogio, verdade, desculpa, gentilezas, etc.).


Conversamos com os evangelizandos, explicando que a boca fala o que o coração está cheio. 

Pessoas que tem gratidão no coração, dizem obrigado, quem tem gentileza, diz: posso ajudar? Quem tem fé no coração, usa as palavras para fazer uma prece e assim por diante. 



O mesmo acontece com as pessoas que não carregam sentimentos bons no coração. Sentem raiva, falam palavrões, ferem o outro através de palavras que magoam, gritam e não são gentis.



Pedimos aos evangelizandos que retirassem um símbolo da boca feia, refletindo com eles que devemos evitar que da nossa boca saia esse tipo de palavra.

Depois que retirassem um símbolo da boca bonita nos dessem um exemplo de palavra do tipo que estava no verso da figura (coisas boas: verdade – em que situações devemos falar a verdade), tivemos que ajudar um pouco nesse momento.

Após todos terem participado da atividade, concluímos que, quando nutrimos sentimento bons no coração e expressamos amor através das nossas palavras, somos felizes, fazemos os outros felizes e conquistamos muitos amigos, pois ninguém gosta de ter por perto pessoas mal humoradas. 

Entregamos a cada evangelizando um pirulito em forma de coração com uma boca colada.

 


Reforçamos que o que sai da nossa boca é o que está no nosso coração, então temos que ter um coração doce como esse pirulito, para que de nossa boca só saiam palavras boas e gentis.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é muito importante para a avaliação do nosso trabalho!