Google+ Followers

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

O Coração mais Bonito

Essa história foi utilizada na aula da companheira Carolina Higino, ela usou fantoches para contá-la.

Narrador(a): Um jovem estava no centro da quadra, proclamando:

Coração brilhante: - Eu tenho o coração mais belo! Não há nenhuma marca, nenhum defeito! Pulsa com perfeição e harmonia! Ouçam as minhas batidas! (sonoplastia:som da batida do coração)

Narrador(a): Uma multidão o cercou e todos admiraram o seu coração. Não havia nenhum arranhão se quer. Todos concordaram que aquele era o coração mais belo que já tinham visto.
(sonoplastia: Ohhhhhhhhhhhhhh!!! Os outros evangelizadores puxam ao fundo, incentivando os evangelizandos a repetirem)

Narrador(a): O coração brilhante ficou muito orgulhoso. De repente, um velho coração remendado apareceu diante da multidão e disse:

Coração remendado:- Ah! Ah não! O meu é muito mais belo. Por que o coração brilhante é mais bonito que o meu?

Narrador(a): A multidão e o coração brilhante olharam para o coração remendado, que estava batendo com vigor. (sonoplastia:som da batida do coração)

Nesta hora o coração brilhante fala indignado:
Coração brilhante: - Olha quantas cicatrizes! Que absurdo!!! Olha ali! E ainda tem locais que faltam pedaços! Tem partes que não se encaixam direito!! Quanta coisa irregular! Quanta coisa feia!!! Ai ai... O senhor deve estar brincando!
Compare nossos corações?! O meu está em perfeito estado e o seu é uma mistura de cicatrizes e buracos!

Coração remendado: - Sim. Olhando assim, o seu coração parece perfeito, mas eu não trocaria o meu pelo seu!  Veja, cada cicatriz representa uma pessoa para qual eu dei o meu amor!
Tirei um pedaço do meu coração e dei para cada uma dessas pessoas. Muitas delas deram-me também um pedaço do próprio coração para que eu colocasse no meu, mas, como os pedaços não eram exatamente iguais, há irregularidades. Foram momentos tão bons...
Eu gosto de cada pedacinho! Porque me fazem lembrar do amor que compartilhamos. Algumas vezes, dei pedaços do meu coração a quem não me retribuiu. Por isso, há buracos. Um dia eles serão preenchidos. Agora você entende o que é a verdadeira beleza?

Narrador(a): O coração brilhante ficou calado e lágrimas escorriam pelo seu rosto. Ele aproximou-se do coração remendado. Tirou um pedaço de seu perfeito e jovem coração e ofereceu ao velho, que retribuiu o gesto.

O coração brilhante olhou para o seu coração, não mais perfeito como antes, porém mais belo que nunca.

Contação de história com fantoche.

Os evangelizandos atentos.

Ouvindo e olhando com atenção.
Os fantoches de TNT e cartolina.
Coração remendado.

Coração brilhante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário