Google+ Followers

sexta-feira, 30 de junho de 2017

V Encontro da Família - Caridade em Família

Sábado (24/06/17) foi realizado o V Encontro da Família do DIJ da nossa casa, o Centro Espírita Miguel. O tema do encontro foi "Caridade em Família."

A companheira Cristiane Pedrosa criou essa logo lindíssima para o nosso encontro!






Com o objetivo de oferecer ferramentas para a construção do aprendizado da caridade em família com Jesus e fazer com que o maior número de pessoas compreendesse o valor da família como alicerce para uma vida melhor a partir dos ensinamentos de Jesus, o encontro procurou oferecer às famílias presentes a oportunidade de aprofundar a convivência com Jesus.

Após a chegada das famílias, que foram recepcionadas com muito carinho pela companheiras Graça Borges, Simone Catalão e Verônica Carvalhal, tivemos um momento de ambientação no salão principal que foi muito animado, trabalhadores e famílias cantando as músicas que usamos em nossas salas.

A Dirigente do DIJ, Miriam Baptista deu às boas vindas a todos e a Cristiane Pedrosa leu a página de abertura do encontro "Famílias Felizes". Após a prece inicial, tivemos uma sensibilização belíssima feita pelas companheiras Angela Gil Puga, Claudia Costa, Michelle Correa, Nilza Souza e Valeria Senna dos Anjos, um teatro de sombras da música "Mãos" do Allan Filho, que vocês podem ver na página do blog no Facebook.


As famílias foram então direcionadas para as salas. 


Usamos o critério de idade do menor membro da família para a separação dos grupos, por exemplo, toda a família dos bebês ficou junta na sala dos bebês com as evangelizadoras do Berçário, independente de terem irmãos em outros ciclos, e assim fomos separando; Maternal que não tinha irmão no Berçário com sua família na sala com seus evangelizadores; Jardim que não tinha irmão no Berçário nem no Maternal com sua família na sala com seus evangelizadores; etc. até a Mocidade e os adultos, que estavam sem crianças, ficaram com o evangelizador do Setor da Família.


Tivemos uma hora (60 minutos) para trabalhar com as famílias em sala. 


PRIMEIRO MOMENTO: (05 minutos)

Fizemos uma breve apresentação das pessoas presentes e depois fornecemos folhas de papel A4 e canetas hidrográficas para que contornassem suas mãos, identificando no contorno o nome do membro da família e na folha o sobrenome da família.





SEGUNDO MOMENTO: (05 minutos)

A história "As mãos não são para bater" foi adaptada e em cada grupo foi contada da forma adequada para o ciclo. Focamos na abordagem de que as mãos não nos foram dadas para machucar ou magoar os outros ou a nós mesmos, mas sim para abraçar, acarinhar, tocar músicas, escrever cartas e e-mails e livros contendo palavras boas, levantar o próximo, fazer comida, arrumar nossas coisas e todas as outras coisas boas e úteis que a história nos lembra. 

TERCEIRO MOMENTO: (30 minutos)

Flock família. Cada turma disponibilizou diversos materiais: papel (branco e colorido), cola, tesoura, lápis de cor, revistas e livros (da nossa biblioteca). miçangas, papel de bala, etc.

Explicamos que cada um de nós tem algo a ensinar e a aprender com o outro, assim os pais deveriam escolher algo para, em conjunto, ensinar aos filhos e/ou os filhos deveriam escolher algo, para em conjunto, ensinar aos pais (ensinar a cantar uma música, contar uma história, fazer dobraduras, etc.). O grupo dos adultos (ESDE, EADE e Setor da Família) trocaram entre eles. Esse foi um momento muito legal, as famílias realizando uma atividade em conjunto!










QUARTO MOMENTO (05 minutos)

Exposição dos Sentimentos - Quem quis pode expor para as outras famílias, de forma breve, seus sentimentos ao realizar o Flock família.

QUINTO MOMENTO  (15 minutos)

O fechamento do trabalho foi um link da atividade Flock família com o tema do encontro "Caridade em Família", foi nesse momento que trouxemos Jesus para o nosso estudo, usando seus exemplos de amor e caridade, a forma como sempre utilizou suas mãos para fazer o bem aos outros.

Antes de retornar para o salão, cada família recebeu de "brinde", uma caixa, fizemos uma proposta para que em casa, pelo menos uma hora por dia, todos deixem seus celulares na caixa e utilizem esse momento para uma atividade em família, no prática da caridade, todos reunidos. Nesse momento, todos  os celulares devem ficar guardados na caixa, pois o momento de estar com o outro é um estímulo ao olhar, ao falar, ao observar.




As caixas foram confeccionadas pelas evangelizadoras. 
Usamos caixas retangulares de leite encapadas com papel pardo e decoradas com uma etiqueta com a logo do encontro e as frases: "Desconectar para conectar-se. A HORA DA FAMÍLIA".  

Foi feito o deslocamento das famílias de volta para o salão, nesse retorno passaram por um corredor com um TNT azul preso na parede e as mãos contornadas no início da atividade estavam fixadas no TNT.

O salão estava prepara sem cadeiras, mas tivemos o cuidado de deixar algumas para os idosos e pessoas necessidades especiais. 


Fizemos duas rodas, a externa com os adultos e interna com os evangelizandos, frente a frente com suas famílias. Os evangelizandos foram convidados a ensinarem para os seus responsáveis os gestos da música “Te ofereço paz”, que foi ensaiada com eles nos sábados anteriores. Fizemos um breve ensaio, momento em que os evangelizandos cantaram e mostraram os gestos para sua família, depois colocamos a música para que todos “dançassem” juntos, uma dança circular.

Finalizamos nosso encontro com os avisos e a prece final.

Foi uma tarde maravilhosa em família!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é muito importante para a avaliação do nosso trabalho!