Google+ Followers

domingo, 26 de julho de 2015

Os Pombos

Adaptação da história “OS POMBOS” do livro "A Vida Ensinou" de Maria Ida Bachega Bolçone.



Quando João era criança da idade de vocês, todos os dias, quando voltava da escola, passava pela praça onde se juntavam muitos pombos.
O zelador e jardineiro, "seu" Dagoberto, interrompia o seu serviço com as plantas e vinha alimentar os pombinhos. Quanto amor e bondade irradiavam daquele homem humilde e trabalhador! Passando pela praça, quantas vezes João e seu amigo Marcelo ficavam longo tempo observando o movimento dos pombos, a beleza da plumagem e a harmonia do voo. Outras vezes ficavam conversando com "seu" Dagoberto sobre as avezinhas.
- Pobrezinha! Vejam aquela pombinha ferida na asa. Assim é impossível voar rumo à liberdade...
“Seu” Dagoberto ficou alguns instantes pensativo e continuou dizendo:
- Quantos homens também têm uma de suas asas quebradas!
Marcelo e João se entreolharam admirados e exclamaram ao mesmo tempo:
- Homem com asas?!!
"Seu" Dagoberto logo esclareceu:
- Vocês frequentam a escola e já perceberam que a humanidade tem conquistado muito conhecimento científico, mas o egoísmo e a falta de sentimentos nobres, de amor, impedem que esses conhecimentos sejam aplicados para melhorar as condições de vida de todas as criaturas. Somente uma parcela é que os usufrui. Para que o homem possa voar rumo à verdadeira liberdade é preciso que suas duas asas - a do conhecimento e a do amor - estejam bem desenvolvidas. Parece-me que uma das suas asas, a dos sentimentos, está quebrada pelo orgulho e pelo egoísmo. Este é o motivo por que uma boa parcela das pessoas não consegue voar alto rumo à verdadeira felicidade que nos espera, que é o futuro de bênçãos que teremos, que tanto desejamos, quando nos esforçamos e desenvolvemos as virtudes em nós; infelizmente muitas vezes apenas pensamos e desejamos ter muitos bens materiais!
Por isso precisamos nos instruir bastante, mas o amor deve crescer cada vez mais dentro de nós, de igual maneira, para que possamos voar mais alto rumo à liberdade espiritual. Asas do conhecimento intelectual e da moral. Com elas podemos voar rumo a nossa evolução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, ele é muito importante para a avaliação do nosso trabalho!